Uma aventura em Barcelona ao volante do Volvo XC40

O novo SUV da marca sueca chega a Portugal no primeiro trimestre de 2018.

O XC40 era um dos lançamentos mais aguardados do ano. O design é arrebatador, conquista-nos ao primeiro olhar, é um daqueles automóveis que transmite energia positiva. Os materiais utilizados na sua construção, tanto no exterior como no interior, denotam bom gosto. A montagem dos diferentes materiais e componentes é cuidada. O espaço a bordo é mais do que suficiente para transportar cinco pessoas com conforto, o equipamento de segurança de série é completo, aliás, está de acordo com a tradição da marca neste capítulo, a inovação tecnológica é um dos elementos em destaque. Já lá vamos!

O novo SUV chega no próximo mês de março ao nosso país e promete rivalizar com modelos como o Audi Q3, BMW X1, Mercedes GLA ou o Range Rover Evoque.

O mercado dos SUV’s está ao rubro e a dificuldade está mesmo na escolha. Será que o novo XC40 irá retirar clientes a modelos como o Nissan Qashqai, Volkswagen Tiguan e até o Peugeot 3008? O novo Volvo irá estar à venda a partir de 36.639 euros.

O XC40 é o primeiro modelo que utiliza a nova plataforma de veículos modulares da Volvo Cars (CMA), que servirá de base aos próximos modelos da série 40, incluindo veículos totalmente eletrificados. O design do XC90 e, mais recentemente, do XC60 serviu de inspiração aos designers da marca para desenhar este SUV mais pequeno.

Neste primeiro ensaio dinâmico conduzimos o XC40 com o motor D4 de 190 CV com caixa Geartronic ao longo de apenas 50 quilómetros. Gostei bastante da insonorização no interior do habitáculo.

É um automóvel globalmente bem construído, apenas alguns plásticos em zonas menos visíveis podiam ser melhorados, na parte inferior do volante, no porta-bagagens, nada de grave. É fácil encontrar a posição de condução ideal, altura ao solo mais elevada permite uma boa visibilidade perante a estrada. O comportamento dinâmico no percurso misto (auto estrada, cidade) que realizámos permitiu desde logo comprovar ainda a suavidade de rolamento do carro, muito suave, muito fácil de conduzir e de manobrar na maioria das situações. É claro que estamos a falar de um SUV com 4 metros e 425 centímetros de comprimento e de 2 metros e 34 centímetros de largura, o que obriga a cuidados redobrados no interior de estacionamentos subterrâneos. Os valores indicados pela Volvo para o motor D4 de 190 CV indicam um binário máximo de 400 Newton Metros entre as 1750-2500 rpm para uma velocidade máxima de 210 km/h e uma aceleração dos 0 aos 100 km em 7,9 segundos, o consumo médio anunciado é de 7.1 litros para percorrer 100 km.

Care by Volvo

A Volvo Cars pretende alterar e transformar o tradicional modelo e sentido de propriedade de um automóvel com o seu novo serviço de assinatura “Care by Volvo”. Os condutores do XC40 também serão os primeiros clientes da marca com a possibilidade de compartilhar o carro com amigos e familiares via Volvo on Call com uma nova tecnologia de chave digital via smartphone.

Dependendo do país e após aderir a uma assinatura mensal de taxa fixa, a Care by Volvo também incluirá acesso a uma variedade de serviços de atendimento digital, como abastecimento de combustível, limpeza, serviço de transporte e entrega de comércio eletrônico no interior do carro. O Care by Volvo está já disponível em mercados como Alemanha, Espanha, Polónia, Reino Unido, Suécia e Noruega. Em Portugal, deverá estar operacional no decurso do próximo ano.

Que bela herança! 

Em termos de tecnologia, o XC40 herda ainda tecnologias de segurança, conectividade e infotainment conhecidas das séries 90 e 60. Os recursos de segurança e assistência incluem o sistema de assistência técnica, City Safety, Run-off Road, proteção e mitigação, alerta Cross Traffic com sistema de travagem e a câmera 360º. O XC40 também oferece uma abordagem nova para o armazenamento dentro do carro com mais espaço para guardar objetos nas portas e sob os assentos, espaço especial para telefones, incluindo carregamento indutivo, um gancho para sacos pequenos e uma zona para depósito de lixo provisório removível na consola do túnel central. O espaço da bagageira situa-se nos 460 litros.

O Volvo XC40 conta com algumas soluções úteis e funcionais como o piso rebatível que permite esconder um alçapão, este pode ser posicionado ao alto passando a oferecer três ganchos porta-sacos.

Desde o início da produção, o XC40 estará disponível com um bloco D4 diesel (que gostámos bastante de conduzir em Barcelona) ou um motor de propulsão Drive-E de quatro cilindros T5. Outras opções de motores, incluindo uma versão híbrida e exclusivamente elétrica chegam numa segunda fase. O XC40 também será o primeiro modelo Volvo a estar disponível com o novo motor de 3 cilindros da Volvo. As motorizações de entrada, a gasolina (T3) e diesel (D3), poderão ser encomendadas com sistema de tração dianteira. As restantes estarão disponíveis, pelo menos na fase inicial, apenas com tração integral. A versão T3 terá um preço a partir dos 36.500 euros, enquanto a unidade D3 começa nos 39.500 euros. A versão diesel D4 que conduzimos irá estar disponível apenas com caixa automática de 8 velocidades e com tração integral.

O Volvo XC 40 deverá ser homologado como Classe 1 nas portagens, com exceção para as unidades 4WD.

Já em produção na fábrica que a Volvo possui em Gent, Bélgica, o novo Volvo XC40 chega a Portugal no primeiro trimestre de 2018.

Gama em Portugal

XC40 D4 AWD Momentum Auto – 52.121 euros
XC40 T5 AWD Momentum Auto – 51.484 euros
XC40 D5 AWD Auto – Preço por divulgar
XC40 T3 FWD Manual – 36.639 euros
XC40 D3 FWD Manual – 39.956 euros

Fizemos as malas e partimos para a Catalunha para um primeiro ensaio com o XC40

Uma viagem divertida e original onde o Digital Motores integrou o grupo das publicações de lifestyle. Bebemos refrescos coloridos em canecas em forma de caveira no bar Paradiso, no centro de Barcelona, degustámos flores no restaurante clandestino do bairro El Raval, conduzimos e vivemos um momento único de degustação no famoso restaurante Tickets do chef Albert Adrià.

Volvo XC4O transpira boa onda

O Digital Motores visitou a Hav Surfboards, uma unidade de produção de pranchas espanhola, situada na praia, junto ao aeroporto de Barcelona El Prat, onde ficámos a saber que Barcelona de vez em quando até recebe um swell bem favorável que permite fazer umas ondinhas bastante aceitáveis.

Referência da gastronomia molecular em Barcelona

A Volvo tinha prometido uma surpresa para o jantar e cumpriu! Nada mais nada menos do que um jantar no bar de tapas mais concorrido e na moda da Catalunha. Chegámos ao TICKETS do Chef Albert Adrià, o irmão mais novo de Ferran Adrià que maravilhou o mundo com o seu restaurante El Bulli e foi eleito cinco vezes o melhor chef do mundo pela revista Restaurant. Recordamos que o El Bulli encerrou em 2011. Ferran e Albert, o seu irmão são considerados duas referências da gastronomia molecular.

A verdade é que estranhamos as primeiras tapas de azeitona que “explodem na boca” mas, no final da ode de degustação, ficamos com vontade de voltar no dia seguinte. Os aperitivos, as entradas, o presunto pata negra desaparece da mesa à velocidade da luz, os vinhos exclusivos, é por isto e muito mais que é considerado um bar de tapas de vanguarda. Atualmente Albert Adrià já é proprietário de 6 restaurantes centrados em apenas dois quarteirões. No site oficial do Tickets encontra o menu de outono onde pode verificar que este bar/restaurante é acessível ao comum dos mortais com preços para todo o tipo de carteiras.

 

The Hidden Factory

Ao final do primeiro dia da apresentação internacional do Volvo XC4O visitámos o local “mais fora da caixa” do evento. Falou-se do design do novo modelo de uma forma informal, provámos inclusivamente algumas flores comestíveis, tudo em pleno bairro de El Raval que conta com 50 mil habitantes. O bairro do distrito da cidade velha, em Barcelona, é onde, convivem, hoje em dia, pessoas vindas de vários países e culturas. Nas suas ruas, podem ser vistos comércios de todas as nacionalidades e lojas de moda e de novas tendências.

The Hidden Factory, que muitos apelidam de “restaurante clandestino” recebe na sua maioria clientes estrangeiros que se deixam fascinar por um espaço original, onde temos que subir as escadas estreitas, à média luz, até chegar ao local que é conhecido pelas ideias culinárias e gastronomia erótica, andaluz e flamenco.

O Bar Paradiso é um dos spots da moda em Barcelona. A organização preparou uma zona com vários tablets onde os jornalistas assistiram a vídeos do Volvo XC40. 

Reportagem: Luís Cáceres Monteiro/Digital Motores

Siga o Digital Motores no Instagram

Acompanhe o Digital Motores no Facebook

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate